Foot Brazilian World Magazine

Quarta-feira, 21 de Fevereiro de 2024
Amigos desde a base do Santos, Brasileiros  se reencontram na França !

Francês

Amigos desde a base do Santos, Brasileiros se reencontram na França !

Amigos desde a base do Santos, Brasileiros se reencontram na França !

IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

   Paris 06-11-2020 

O confronto entre Monaco e Nice, no próximo domingo, pode colocar frente à frente dois amigos de longa data. O lateral Caio Henrique, do time do principado, reencontrará o zagueiro Robson Bambu, do time rubro-negro, em um novo capítulo de uma amizade que nasceu ainda na peneira do Santos - clube onde os dois jogadores foram formados - há mais de uma década

Os amigos, que se conheceram quando Caio tinha 10 anos, e Robson, 11, conseguiram entrar no clube paulista juntos e passaram pelas categorias de base lado a lado, do sub-11 ao sub-20. A parceria foi interrompida quando o lateral foi vendido ao Atlético de Madrid, aos 18 anoso, e Bambu permaneceu no Santos. Mas seguiu viva na seleção brasileira.

Publicidade

Leia Também:

- A gente sempre foi muito amigo. Ele morava numa cidade vizinha e muitas vezes o meu avô dava carona a ele na volta dos treinos. Depois, nos reencontramos na seleçãobBrasileira Sub-20 e na Sub-23. E mais uma vez ficamos próximos, já que ele foi vendido para o Nice e pouco tempo depois eu cheguei ao Monaco. É um grande amigo que tenho da vida toda. Vamos nos enfrentar pela primeira vez no futebol francês, mas espero que o Monaco saia vencedor - diz Caio Henrique.

A sintonia ocorreu também na primeira convocação dos dois para a seleção sub-20, que aconteceu na mesma ocasião, em agosto de 2016, meses depois de os amigos se separarem. No ano seguinte, Caio e Bambu disputaram o Sul-Americano sub-20 na Seleção lado a lado. No começo deste ano, os dois estiveram juntos na conquista do segundo lugar no torneio Pré-Olímpico.

 

- A minha relação com o Caio Henrique sempre foi uma relação saudável. Quando eu soube que ele viria para o Monaco, eu logo mandei uma mensagem para ele dizendo que estava muito feliz por essa nova etapa na carreira dele e desejo todo o sucesso do mundo para ele, como sempre desejei. Sei também que do outro lado, ele vai estar torcendo por mim e desejando todo o sucesso. Mas, domingo, por se tratar de um Derby, vamos deixar a amizade de lado por 90 minutos e que vença o melhor. Depois do jogo, o clima muda e vou poder dar um abraço nele, conversar com ele e a amizade vai ser sempre a mesma - afirma Robson Bambu

FONTE/CRÉDITOS: Redação da Foot Brazilian World
Comentários: