Foot Brazilian World Magazine

Segunda-feira, 15 de Abril de 2024
Brasil é ofensivo e sequer sofreu chutes ao gol; veja números da seleção na Copa

Seleção Brasileira

Brasil é ofensivo e sequer sofreu chutes ao gol; veja números da seleção na Copa

Brasil é ofensivo e sequer sofreu chutes ao gol; veja números da seleção na Copa

IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
Doha 01-12-2022 
 

 A seleção brasileira venceu seus dois primeiros jogos de Copa do Mundo do Catar e encerrará sua participação na fase de grupos nesta sexta-feira, às 16h, contra Camarões, com um time reserva. Os números até agora apontam para um desempenho consistente do Brasil na competição. Tite fala muito em time equilibrado, nem muito para frente nem muito para trás. A verdade é que a seleção ainda não foi atacada.

 

Somente Brasil e Marrocos, que joga nesta quinta, ainda não sofreram gol na Copa. O goleiro Alisson passou dois jogos sem precisar fazer uma única defesa em 180 minutos. Essa foi a primeira vez, em 24 anos, que uma seleção passa os dois primeiros jogos de uma Copa sem ver sua meta ameaçada, e apenas a segunda nos últimos 56 anos.

      Leiam Mais 
 
 
 
 
 

Os dados, levantados pela empresa Optasports, especializada em estatísticas esportivas, retratam de forma mais clara a solidez defensiva do Brasil. Mas ofensivamente as estatísticas também apresentam uma seleção forte, que busca e chuta a gol.

Publicidade

Leia Também:

 

Estatísticas do Brasil nos primeiros jogos da Copa

Posse de bola: 56,5%
Finalizações por jogo: 18
Finalizações na direção do gol por jogo: 7
Desarmes por jogo: 19
Interceptações por jogo: 6
Rebatidas por jogo: 13
Faltas por jogo: 8.5

 

Duelos (divididas) por jogo: 54,1%
Os números são da plataforma de estatísticas Sofascore.

Números do ciclo para a Copa do Catar impressionam
A seleção brasileira encerrou o ciclo pré-Copa do Mundo do Catar com um ótimo aproveitamento de 75%, sendo 37 vitórias, dez empates e apenas três derrotas. A equipe comandada pelo técnico Tite perdeu apenas para a Argentina, duas vezes, sendo uma delas a final da Copa América, além de um amistoso diante do Peru. Um dos jogos contra a Argentina, pelas Eliminatórias, não foi realizado.

No total, foram 111 gols marcados, com média de 2,2 por partida, e só 19 sofridos, aliando poder ofensivo com um sistema defensivo eficiente. Foram 33 jogos sem sofrer gols e 43 partidas em que a equipe balançou a rede adversária

 
FONTE/CRÉDITOS: Redação da Foot Brazilian World
Comentários: