Foot Brazilian World Magazine

Quarta-feira, 28 de Fevereiro de 2024
Dirigente Brasileiro deve deixar diretoria do Lyon ao final da temporada ''má gestão''

Francês

Dirigente Brasileiro deve deixar diretoria do Lyon ao final da temporada ''má gestão''

Dirigente Brasileiro deve deixar diretoria do Lyon ao final da temporada ''má gestão''

IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

Lyon 17-11-2021 

Atualmente diretor esportivo do Lyon, o ex-jogador Juninho anunciou nesta quarta-feira que deve deixar o clube francês ao final da temporada. A declaração foi feita durante uma entrevista à rádio "RMC", em que comentou que gostaria de "descansar um pouco" do futebol.

— Eu espero terminarmos a temporada bem, e no fim do ano, normalmente, acabar. Eu havia dito três temporadas. Pensarei com muito cuidado ao final da temporada. Mas na minha cabeça são três anos — declarou Juninho, ao ser perguntado sobre os planos para o futuro.

Publicidade

Leia Também:

 

O Lyon está hoje em sétimo lugar no Campeonato Francês, com 19 pontos, 15 a menos do que o líder Paris Saint-Germain. Na Liga Europa, terminou a fase de grupos com 100% de aproveitamento e se classificou para as oitavas de final.

  Leiam Mais 

 

https://www.footbrazilianworld.com.br/noticia/italo-brasileiro-perde-penalti-italia-empata-com-suica-e-luta-por-vaga-segue-acirrada

 

https://www.footbrazilianworld.com.br/noticia/brasileiro-alan-faz-excelente-partida-com-direito-a-gol-e-ajuda-na-vitoria-do-napoli

 

 Quando jogador, Juninho Pernambucano defendeu o Lyon entre 2001 e 2009, período em que foi heptacampeão francês. Ao todo foram 14 títulos como atleta. Ele assumiu o cargo de diretor esportivo em 2019.

— Para muitas pessoas, um diretor esportivo não faz muita coisa. Mas há uma enorme fadiga mental. Eu não quero ir além do limite. Não é uma ameaça, eu amo o clube, tenho muito respeito pelo presidente e pela instituição. Também dei muito ao Lyon e isso não pode ser esquecido — declarou.

 

O brasileiro também deixou no ar a possibilidade de se tornar um técnico no futuro. No entanto, Juninho afirmou que não recebeu qualquer tipo de proposta.

— Aprendi muito com o Peter Bosz (atual treinador do Lyon). Mas na vida, você nunca tem tudo o que quer. Se for possível e eu tiver essa oportunidade, vou tentar. Prefiro tentar e não ter sucesso, do que dizer para mim mesmo, 10 anos depois: por que você não tentou? Tenho medo de muitas coisas, mas não de tentar — concluiu.

FONTE/CRÉDITOS: Redação da Foot Brazilian World
Comentários: