Foot Brazilian World Magazine

Segunda-feira, 15 de Abril de 2024
Dúvida contra a Bolívia, Neymar pode igualar Ronaldo em gols pela Seleção

Seleção Brasileira

Dúvida contra a Bolívia, Neymar pode igualar Ronaldo em gols pela Seleção

Dúvida contra a Bolívia, Neymar pode igualar Ronaldo em gols pela Seleção

IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

  Rio de Janeiro 09-10-2020 

Neymar tem uma motivação extra para tentar se recuperar a tempo e estar em campo às 21h30 desta sexta-feira, na estreia do Brasil nas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022, contra a Bolívia. O camisa 10 está a apenas um gol de igualar Ronaldo como o segundo maior artilheiro da seleção brasileira masculina de futebol, ficando atrás somente de Pelé.

O atacante do Paris Saint-Germain perdeu os dois últimos treinos táticos da Seleção por conta de dores na região lombar. Ele vem fazendo sessões de fisioterapia e será reavaliado ao longo desta sexta-feira.

Publicidade

Leia Também:

 

Neymar tem 61 gols em 101 partidas pela Seleção, enquanto Ronaldo balançou as redes 62 vezes em 98 duelos.

 

Caso se recupere de dores na região lombar, Neymar pode atingir marca pela Seleção — Foto: Lucas Figueiredo / CBF

Caso se recupere de dores na região lombar, Neymar pode atingir marca pela Seleção — Foto: Lucas Figueiredo / CBF

Pelé precisou de menos jogos para marcar mais gols. Foram 77 gols em 92 compromissos com a amarelinha.

Os números são da Fifa, que adota critério diferente da CBF. Na contagem da confederação brasileira, Neymar é apenas o quarto maior artilheiro e ainda precisa de seis gols para alcançar Ronaldo (67).

A divergência nos rankings se dá porque a CBF leva em consideração jogos do Brasil contra clubes, combinados e seleções de base.

Gols pela Seleção nas contas da Fifa

Em jogos, Neymar já está no Top-5 da Seleção. Ele está empatado com Taffarel na quinta colocação, atrás de Lúcio (105), Daniel Alves (117), Roberto Carlos (125) e Cafu (142).

O último gol do atacante com a amarelinha foi contra a Colômbia, em setembro do ano passado. Depois, ele atuou por 28 minutos contra o Peru, 90 contra Senegal e 12 contra a Nigéria, tendo passado em branco nos três.

 

Como mostrou o blog do Alexandre Lozetti, o craque do PSG tem tido pouca frequência na Seleção desde a Copa do Mundo da Rússia. Após a eliminação para a Bélgica, em 2018, Neymar participou de 11 dos 22 jogos do Brasil e esteve em campo por 727 minutos, equivalente a 34,2% do tempo total de jogo da equipe no período.

 

Se mais uma vez o camisa 10 não tiver condições de jogo, Everton Ribeiro irá substituí-lo.

FONTE/CRÉDITOS: Globoesporte.com,br
Comentários: