Foot Brazilian World Magazine

Segunda-feira, 15 de Abril de 2024
''Fraude''Ministério Público de Turim investiga transação de lateral da seleção brasileira

Italiano

''Fraude''Ministério Público de Turim investiga transação de lateral da seleção brasileira

''Fraude''Ministério Público de Turim investiga transação de lateral da seleção brasileira

IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

 Turim 08-12-2022 

Enquanto disputa a Copa do Mundo pela seleção brasileira, o lateral-direito Danilo tem sua transferência do Manchester City para a Juventus, em 2019, por 37 milhões de euros (R$ 204 milhões), em troca envolvendo João Cancelo, investigada por falsificação de contas.

Veja as 22 transferências da Juventus investigadas

 

 

  • Venda de João Cancelo para o Manchester City, com Danilo fazendo o caminho inverso.
  • Venda de Audero para a Sampdoria, com Peeters e Mulé fazendo o caminho inverso.
  • Troca envolvendo Spinazzola e Pellegrini com a Roma.
  • Venda de Bonucci ao Milan, com Caldara fazendo o caminho inverso.
  • Venda de Sturaro ao Genoa, com Zanimacchia fazendo o caminho inverso.
  • Troca envolvendo Kameraj e Macek por Masciangelo e Vlasenko com o Lugano.
  • Troca envolvendo Andersson e Cotter com o Sion.
  • Troca envolvendo Pjanic e Arthur com o Barcelona.
  • Transferência de Pablo Moreno para o Manchester City.
  • Venda de Matheus Pereira ao Barcelona, com Marques Mendez fazendo o caminho inverso.
  • Transferência de Sene para o Basileia, com Hajdari fazendo o caminho inverso.
  • Troca envolvendo Loria e Gori com o Pisa.
  • Troca envolvendo Lanini e Minelli com o Parma.
  • Venda de Francofonte, Stoppa e Gerbbi à Sampdoria, com Vrioni fazendo o caminho inverso.
  • Troca envolvendo Masciangelo e Brunori com o Pescara.
  • Empréstimo de Bandeira da Fonseca para o Amiens, com Nzouango fazendo o caminho inverso.
  • Venda de Emre Can ao Borussia Dortmund.
  • Venda de Muratore à Atalanta, com Kulusevski fazendo o caminho inverso.
  • Transferência de Petrelii e Portanova para o Genoa, com Rovella fazendo o caminho inverso.
  • Troca envolvendo Tongya e Aké com o Marselha.
  • Troca envolvendo Lungoyi e Monzialo com o Lugano.
  • Troca envolvendo Parodi e De Marino com o Pro Vercelli.

 

 

O Ministério Público de Turim está de olho na prática, comum na Juve, de "falsas transferências" de jogadores: vendas cruzadas com outros clubes, sem contrapartida financeira, mas que permitem registrar ganhos de capital nos balanços.

Os magistrados estimaram estas mais-valias "fictícias" em cerca de 155 milhões de euros entre 2018 e 2021, segundo os meios de comunicação

O clube, que está cotado em bolsa, também teria escondido dos seus investidores a existência de acordos privados com jogadores, incluindo com o atacante português Cristiano Ronaldo, para pagamento de salários diferidos.

FONTE/CRÉDITOS: Redação da Foot Brazilian World
Comentários: