Foot Brazilian World Magazine

Sabado, 15 de Junho de 2024
Meia atacante Brasileiro,ex-Botafogo celebra marca centenária na Suécia ''estou em paz''

Sueco

Meia atacante Brasileiro,ex-Botafogo celebra marca centenária na Suécia ''estou em paz''

Brasileiro,ex-Botafogo celebra marca centenária na Suécia:

IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

  Stocolmo 23-10-2023 

Revelado nas categorias de base do Botafogo, o volante Erick Brendon vem fazendo história na Suécia, onde desembarcou em 2019 para defender o IFK Värnamo. Atualmente no Östersunds FK, ele tem 113 partidas no futebol sueco.

 “Muito feliz por poder alcançar uma marca tão expressiva como essa. É o sonho de qualquer garoto que é apaixonado por futebol poder jogar na Europa e conseguir vencer. Quando recebei o convite para vir atuar aqui, não pensei duas vezes, mas também sabia dos desafios que seria ficar longe da família, o frio, alimentação e a adaptação à uma cultura diferente. Hoje, fico muito feliz por estar totalmente adaptado, podendo desempenhar um bom futebol e sendo capaz de alcançar uma marca como essa”, disse Brendon.

Publicidade

Leia Também:

 

                Leiam Mais 

 

https://www.footbrazilianworld.com.br/noticia/mulher-de-brasileiro-preso-divulga-carta-ao-marido-nas-redes-com-voce-sempre

 

 

https://www.footbrazilianworld.com.br/noticia/bagunca-apos-indas-e-vindas-se-termina-prazo-e-joia-do-peixe-fica-sem-acerto-com-lille

 

 

 

Além do Botafogo, Erick Brendon atuou por outras equipes do Rio de Janeiro, como América. Na atual temporada, o volante soma 22 jogos pelo Östersunds FK. Adaptado ao futebol sueco, ele não pensa em retornar ao Brasil no momento.

 

“Estou bem adaptado ao futebol aqui da Suécia, também ao país, uma cultura muito diferente da nossa no Brasil. Aqui eu tenho uma qualidade de vida muito boa, o país proporciona isso. Não tenho o pensamento de voltar ao futebol brasileiro no momento, eu espero poder permanecer aqui por mais alguns anos, seguir crescendo, alcançando grandes números e, quem sabe, daqui a algum tempo, poder voltar a atuar no Brasil”, concluiu.

FONTE/CRÉDITOS: Por : Redação da Foot Brazilian World
Comentários: