Foot Brazilian World Magazine

Quarta-feira, 21 de Fevereiro de 2024
MP recebe denúncia de racismo contra Brasileiro em jogo com Getafe

Fora de Campo

MP recebe denúncia de racismo contra Brasileiro em jogo com Getafe

Os torcedores adversários entoaram cânticos e insultos racistas na chegada da equipe visitante ao local da partida

IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

Madrid 06-02-2024 

LaLiga confirmou, nesta terça-feira, que fez uma denúncia ao MP contra os atos discriminatórios direcionados ao atacante Vinicius Júnior em jogo que o Real Madrid derrotou o Getafe por 2 a 0, no dia 1º de fevereiro, no estádio do rival, pelo Campeonato Espanhol.

Os torcedores adversários entoaram cânticos e insultos racistas na chegada da equipe visitante ao local da partida.

Publicidade

Leia Também:

DENÚNCIA

A entidade que comanda o campeonato nacional também enviou uma carta para o Comitê de Competição da Real Federação Espanhola de Futebol e para a Comissão Anti-Violência em incidentes registrados nas duas partidas adiadas daquele dia de trabalho.

O documento aponta que, por meio das redes sociais e coincidindo com a chegada do time visitante ao estádio, é detectada uma gravação em meio à multidão na qual numerosos torcedores entoam cantos intolerantes, ouvindo individualmente gritos de “filhos da p…” e “Vinícius, macaco”.

OUTRO CASO

O documento indica também que o meio-campo Dani Ceballos, também do Real Madrid, foi alvo de insultos discriminatórios dos torcedores do Getafe aos 15 minutos do segundo tempo do confronto.

Essas questões envolvendo atitudes racistas vêm atingindo o atacante Vinícius Júnior já há algum tempo. Essa onda teve início na temporada 2021 na Espanha. Até agora, nenhuma dessas denúncias resultou em punição esportiva.

RELATÓRIO

O relatório aponta ainda uma outra questão polêmica envolvendo a partida entre Getafe e Real Madrid. Jude Bellingham teria feito uma possível ofensa ao rival Mason Greenwood. Imagens do jogo mostram um suposto comentário ofensivo do atleta do Real, que teria chamado o atacante do Getafe de “rapist”, estuprador em inglês.

Quando atuava no futebol inglês Greenwood foi acusado de agressão sexual e tentativa de estupro. A denúncia, no entanto, foi retirada há cerca de um ano.

FONTE/CRÉDITOS: Redação da Foot Brazilian World
Comentários: