Foot Brazilian World Magazine

Segunda-feira, 15 de Abril de 2024
Próximo de completar 19 anos, garoto chega como peça mais jovem na Liga Americana

Estados Unidos

Próximo de completar 19 anos, garoto chega como peça mais jovem na Liga Americana

Próximo de completar 19 anos, garoto chega como peça mais jovem na Liga Americana

IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

  Nova Yorque 21-05-2021

Reserva na Copinha de 2019, estreia aos 16 anos na equipe principal, revelação no Brasileiro do mesmo ano. Queda junto com o Vasco no Brasileiro 2020. Esperança do primeiro título do New York City FC na MLS. A carreira de Talles Magno é tão fulminante quanto o ritmo de altas expectativas neste jovem de 18 anos, que pulou etapas até se transferir para o time do milionário grupo City.

Próximo de completar 19 anos, garoto chega como peça mais jovem de elenco do terceiro colocado da liga americana, mas com expectativa de ser protagonista na equipe nova-iorquina

Publicidade

Leia Também:

De boa estatura (1,85m) e bom drible, Talles chamou a atenção da rede de observadores do City desde os 15 anos, em campeonatos estaduais e nacionais da categoria. A primeira convocação para a Seleção, na categoria sub-17, veio ainda aos 15 anos – para amistosos contra o Paraguai. O jogo foi em casa. Em São Januário, Talles fez dois na vitória por 2 a 0 - dias depois de completar 16 anos.

Talles chega como jogador mais novo do elenco do NYCFC. A estreia é prevista para 19 de junho, contra o atual líder da MLS, New England Revolution, que tem 11 pontos – o City tem oito, com um jogo a menos. Há intervalo de três semanas depois dos próximos dois jogos do NYC dias 22 e 29 em junho. Mas não está descartado que Talles, que aprimora a forma física e técnica depois de última lesão no Vasco, fique no banco. Ele já treina no clube americano.

 

 

Oscilação como parte da formação

 

Comandado por um técnico norueguês (Ronny Deila), o NYC tem jogadores de todo planeta - Suécia, Líbia, Paraguai, Argentina, Uruguai, Belize, Luxemburgo, Peru, Islândia e Dinamarca. Talles será o terceiro brasileiro do time. Contrataram recentemente Thiago, do Bahia, e também tem Eder, com passagens pelo Brasil por Figueirense e Avaí.

Com médico brasileiro contratado para acompanhar os exames e a recuperação de Talles, o City não viu nas partidas abaixo do potencial de Talles nos últimos tempos impedimento para desembolsar a quantia significativa pelo jovem atacante - entre bônus individuais e coletivos, a soma pode chegar a US$ 12 milhões.

Avaliaram que houve oscilação natural de performance combinada à pressão desmedida de um clube em frangalhos, com torcida exigente. Resultado: expectativa mais alta do que o garoto podia suportar depois de início promissor. Com contrato até 2026, o City vê potencial de revenda de Talles, se desenvolver o talento que apareceu tão bem ainda aos 16 anos no Vasco.

FONTE/CRÉDITOS: Redação da Foot Brazilian World
Comentários: