Foot Brazilian World Magazine

Sabado, 15 de Junho de 2024
Técnica da seleção Brasileira quer protagonismo do Brasil no Mundial 2023  !

Futebol Feminino

Técnica da seleção Brasileira quer protagonismo do Brasil no Mundial 2023 !

Técnica da seleção Brasileira quer protagonismo do Brasil no Mundial 2023 !

IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

     Rio de Janeiro 19-12-2022 

Vira o ano, vira a chave dos Mundiais. Em 20 de julho de 2023, começa a Copa do Mundo feminina, em Austrália e Nova Zelândia, e o desafio da seleção brasileira é colocar à prova em nível mundial a renovação feita por Pia Sundhage após os Jogos Olímpicos de Tóquio em 2021. Em relação à Copa de 2019, são nove jogadoras que ainda permanecem nas recentes convocações da técnica sueca: Lelê, Letícia Santos, Tamires, Kathellen, Adriana (que acabou cortada naquele ano por lesão), Bia Zaneratto, Debinha, Geyse e Ludmila. O primeiro passo veio com a conquista da Copa América, em julho de 2022, mas a treinadora projeta mais e em um nível maior.

- É importante para o Brasil ser um dos melhores times do mundo. Preparar para algo que todo mundo quer ganhar, a Copa do Mundo. E se você olhar para trás tantas coisas aconteceram com o jogo e queremos estar contra os melhores. É o que queremos - disse Pia Sundhage ao ge.

Publicidade

Leia Também:

       Leiam Mais 
 
 
 
 
 

Na disputa do próximo ano, a Seleção estará no Grupo F ao lado de França, Jamaica e mais uma equipe que ainda irá disputar a repascagem C - são candidatos Paraguai, Taiwan, Papua Nova Guiné ou Panamá. A estreia é justamente contra o adversário ainda em falta na chave no dia 24 de julho, às 8h (de Brasília).

 

 

Nesta edição, o Brasil chega com um futebol feminino no país um pouco mais desenvolvido e com resultados mais possíveis. Para a lateral direita da Seleção, Antônia, há uma mentalidade diferente. Dentro do campo, com as atletas também tendo o futebol como profissão.

- Eu vejo um Brasil mais envolvido com futebol feminino, um Brasil que vê os resultados mais possíveis agora. Vejo essa diferença. Um Brasil mais envolvido, querendo mais não só da parte externa, mas também a interna e quem faz a diferença que somos nós atletas. Acredito que isso tenha mudado bastante, a mentalidade, como as meninas veem hoje o futebol feminino realmente a nossa profissão. Vejo essa mentalidade bem diferente de alguns anos atrás - afirmou.TV Globo, SporTV e ge irão transmitir todos os jogos da seleção na Copa 2023

 

Nesse processo, um papel importante da treinadora da seleção principal. Para a zagueira Rafaelle, o ponto crucial é unir a técnica brasileira com a objetividade e tática, algo que Pia cobra bastante.

- A Pia cobra bastante a gente taticamente que precisamos ter mais obediência tática. Falou que a gente tem muito talento, mas não fazemos o que tem que ser feito. A gente sempre tenta um drible a mais, uma firula. E o futebol hoje não somente no Brasil precisa ser mais objetivo. A nossa técnica é tanta que por vezes a gente se perde do foco do jogo. A Pia cobra isso bastante. É uma coisa que tenho sempre em mente. Quando joga ali atrás tem que todo mundo estar coordenado para poder defender da melhor forma possível. É isso que falta no Brasil. Objetividade para nos coordenarmos melhor na tática do jogo e termos mais sucesso do meio para a frente - disse Rafaelle.

 
 

Toda essa reta final estará sendo acompanhada pelo Grupo Globo com a transmissão do Mundial - que pela primeira vez terá 32 seleções em vez das 24 da última edição - em TV Globo, SporTV e ge.globo. Para Tamires, é a oportunidade de amplificar ainda mais o futebol feminino no Brasil.

- Esse novo ano já começar dessa forma, com alegria, com essa energia, já representa muita coisa boa que vem para nós. Estar com jogos na Globo esse ano também vai só nos trazer coisas que em 2019 a gente já começou a construir , conseguiu manter e melhorar muita coisa nesses quatro anos e agora tendo essa oportunidade de ser ainda maior de trazer muito mais determinação, mais garra, energia para todos os torcedores brasileiros. Espero muito que vocês estejam juntos conosco nessa e a gente possa fazer um ano incrível todos juntos - afirma Tamires.

 
 

Antes da Copa do Mundo, a seleção feminina tem confirmados dois compromissos: na data Fifa de fevereiro - entre os dias 16 e 22 - a equipe participa da SheBelieves Cup, nos Estados Unidos. Em 6 de abril, tem a Inglaterra na decisão da Finalíssima, jogo entre a campeã da Copa América e a campeã da Euro 2022.

 
 
 
FONTE/CRÉDITOS: Redação da Foot Brazilian World
Comentários: