Foot Brazilian World Magazine

Segunda-feira, 15 de Abril de 2024
Torcida do Valencia faz música para desafiar Vini Jr.: 'É um tonto, nunca foi por sua cor'

Espanhol

Torcida do Valencia faz música para desafiar Vini Jr.: 'É um tonto, nunca foi por sua cor'

O Valencia chegou a ser punido pelo Comitê de Competições da Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF) em razão dos ataques racistas a Vinicius Júnior

IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

Valencia 16-02-2024 

Curva Nord, grupo de torcedores do Valencia, fez uma música para desafiar o atacante Vinícius Júnior, do Real Madrid, vítima de racismo no estádio valenciano de Mestalla, em maio do ano passado. A torcida acredita que o time sofreu uma campanha de difamação liderada pelo astro brasileiro, pensamento compartilhado pela própria diretoria do clube, que chegou a exigir um pedido de retratação.

A canção feita pela Curva Nord fala sobre um “famoso jogador do Real Madrid” que só sabia “mentir”, chama-o de “tonto” e ainda diz que “nunca foi por sua cor”.

Publicidade

Leia Também:

“Havia um jogador famoso do Real Madrid/O único que fazia era chorar e mentir/Chorava por ali, chorava por lá/E sempre zombava das pessoas e do rival/Chegou a Valência e a história acabou/O problema é que é tonto, e nunca foi por sua cor”, diz a letra divulgada pelo jornalista Andrés García, do Superdeporte, periódico que já chamou Vini Jr. de “Pinóquio” em sua capa.

VAI ENTENDER…

No texto em que revela a música, García diz que ela é destinada “ao brasileiro e a todos aqueles que faltaram com respeito de forma injusta ao clube, à torcida e à cidade”. Também afirma que os torcedores se basearem em uma em um canção infantil relacionado ao personagem Pinóquio, termo usado pelo próprio Superdeporte para atacar Vini em uma de suas capas.

Em outro trecho do texto, García diz que “a Curva mediu todas as suas palavras para não perder respeito ao brasileiro e, a partir da crítica, denunciar o comportamento provocador do futebolista, desmontando a injusta campanha contra o Valencia como consequência do “caso Vinícius”. O esforço de criar a música se deu pensando no dia 2 de março, quando Real Madrid e Valencia se enfrentarão no Mestalla.

VINI JR. X VALENCIA

Depois do episódio de racismo no estádio Mestalla, quando vários torcedores chamaram Vinícius de “macaco”, o Valencia posicionou-se em algumas situações. No dia em que Vini Jr. depôs à Justiça espanhola sobre o caso, o clube contestou e alegou, em nota, que “os torcedores do Valencia não podem ser classificados como racistas”. Ao final do comunicado, foi pedida uma manifestação pública do brasileiro sobre o depoimento.

O Valencia chegou a ser punido pelo Comitê de Competições da Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF) em razão dos ataques racistas a Vinicius Júnior. O setor “Mario Kempes” do estádio Mestalla, onde ocorreu a maior parte das ofensas ao brasileiro, ficou sem receber torcedores por cinco partidas. Houve ainda multa de 45 mil euros, cerca de R$ 241 mil. À época, a direção da equipe espanhola classificou como “injusta” as punições. Além disso, o clube acusou Rodrygo, também do Real Madrid, de mentir sobre o caso.

Em novembro do ano passado, depois da goleada do Real Madrid contra o Valencia, por 5 a 1, Vinicius Júnior ironizou as acusações de mentiroso, feitas pelo Superdeporte. O jornal atacou o brasileiro sob o argumento de que ele está prejudicando a imagem do time da cidade, depois do discurso do jovem ao vencer o Prêmio Sócrates. Antes, o veículo já havia questionado o depoimento dado pelo atacante depois das ofensas racistas proferidas contra ele por torcedores valencianos no Mestalla.

Comentários: